Para atualizações gratis via email: DIGITE SEU EMAIL:

domingo, 29 de julho de 2007

Cultura de uvas desmente exageros ecologistas


A propaganda ecologista sobre o “aquecimento da Terra”, atribuído ao progresso material, recebeu mais um desmentido. Os registros paroquiais na Borgonha, França, guardam cuidadosamente as dadas das festas ligadas à vindima, desde a Idade Média. Como não mudaram a uva – da casta pinot noir –, os lotes e os métodos de cultura utilizados no decorrer dos séculos, esses registros fornecem um critério imutável e imparcial para se deduzir as temperaturas anuais. Assim, os cientistas constataram que a temperatura média do verão de 1370 foi maior que a de 2003. E que, a partir daquela data, houve oscilações para mais e para menos. O alarmismo ecologista, acentuado após a onda de calor que atingiu a França em 2003, sofreu contundente desmentido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus necessariamente os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.