Para atualizações gratis via email: DIGITE SEU EMAIL:

segunda-feira, 30 de julho de 2007

Estado indiano equipara direitos de homens e elefantes!


A Suprema Corte de Justiça do estado de Rajastão (Índia) sentenciou que o elefante é uma “criatura vivente equivalente ao ser humano”, estando em pé de igualdade com o homem, inclusive para efeitos do seguro de vida, informou a agência indiana DNA. Na decisão, pesaram perniciosamente as falsas crenças hinduístas, segundo as quais a alma humana se reencarna sucessivamente em animais e vegetais. Daí um culto à natureza de tipo panteísta, como se vê na foto à esquerda, de populares “rezando” diante de um elefante morto. Até lá chegam os absurdos do paganismo. E até lá quer nos arrastar certo ecologismo radical!

Um comentário:

  1. Viver em um sistema de valores simbólicos diferentes do deles, não lhe dá o direito de fazer juízo público sobre as decisões tomadas com base em crenças "falsas", segundo você. Menosprezar e inferiorizar a cultura alheia é algo não muito distinto do que fez o nacionalismo fanático da Alemanha e outros países no século passado. É interessante lembrar que o sistema racista alemão era baseado em pressupostos "científicos", como aqueles intelectuais que tentaram usar a teoria evolucionista de Darwin para explicar a diferença entre os povos.

    Só para lembrar: a prioridade da visão cristã foi, de certa forma, imposta ao mundo com a decadência do império romano. Ela não é e nunca será a única abordagem possível.

    Fiquei extremamente decepcionado com este post preconceituoso.

    ResponderExcluir

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus necessariamente os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.