Para atualizações gratis via email: DIGITE SEU EMAIL:

segunda-feira, 30 de julho de 2007

A natureza dá lição ao exagero ecológico


O ecologismo sensacionalista sofreu rotundo desmentido quando cientistas do ministério francês do Meio Ambiente constataram a desaparição dos efeitos do afundamento do petroleiro Erika, na Bretanha, em 1999. Desde então as aves multiplicaram-se, as algas reocuparam a área, os golfinhos voltaram e as ostras há anos já se purificaram. A natureza consertou até os danos feitos por uma limpeza exagerada exigida pelo ecologismo radical. De fato, este transforma acidentes comuns em catástrofes apocalípticas, ignorando ou fingindo ignorar que Deus criou na natureza sábios mecanismos de assimilação dos desarranjos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus necessariamente os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.