Para atualizações gratis via email: DIGITE SEU EMAIL:

quarta-feira, 11 de março de 2009

Professor australiano denuncia cobiça tributária por trás do bluff do “aquecimento global”

A Terra não aqueceu, mas esfriou, mostrou Bob Carter, professor adjunto de geologia na Universidade James Cook
Não somente a temperatura média da Terra não aqueceu, mas esfriou. mostrou Bob Carter, professor adjunto de geologia na Universidade James Cook, no jornal “The Australian”.

Ao longo dos últimos anos, escreveu o prof. Carter, vem sendo registrados sinais climáticos mais frios do habitual em todo o mundo, levando muitos cientistas a questionar a moda, já muito desatualizada, do alarmismo com o aquecimento global”.

O alarmismo, entretanto, apela para casuísticas meteorológicas que na prática dizem muito pouco sobre as alterações climáticas em escala global.

A partir da virada do século 21 todos os indicadores de temperatura caíram. As temperaturas atmosféricas globais atingiram um pico em 1998. Mas, o planeta não aquece desde 1995 e esfria desde 2002.

Entretanto, explica Carter, não falta quem, subserviente dos boatos do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC) anuncia que o mundo aquece e nega os próprios dados científicos.

Isto é algo muito estranho. Como é que pode acontecer?

Richard Branson oferece U$ 25 mi contra aquecimento global e verdes apocalípticos lucram bemNa base das hipóteses alarmistas encontramos sempre os célebres modelos climáticos de computador.

De fato, quando os computadores são alimentados com dados iniciais adequados, os modelos matemáticos podem calcular o estado futuro do clima. Mas, o fato é que os cientistas não chegaram ainda a uma completa compreensão do sistema climático, indispensável para alimentar corretamente os computadores.

E, então, os modelos dizem o que bem entendem os introdutores dos dados que não conhecem bem o clima...

Há outros cientistas que em vez de presumir que entendem completamente o clima, procuram prospectar o futuro com os dados do mundo real.

Os trabalhos do geólogo russo Sergey Kotov (2001); dos cientistas também russos Klyashtorin e Lyubushin (2003); do cientista americano Craig Loehle (2004); dos chineses Lin Zhen-Shan e Sun Xian (2007); do italiano Adriano Mazzarella (2008) apontam a existência de um ciclo climático de 60 anos na oscilação da temperatura global.

Os dados empíricos, e os modelos frutos desses trabalhos elaborados com técnicas fundamentalmente diferentes concordam em que estamos na fase de esfriamento dentro desse ciclo.

Políticos fingem acreditar em aquecimento global para aumentar impostos. Presidente Chirac promoveu Porém, aqui começa a verdadeira charada.

Um pouco por toda parte, os governos parecem obedecer submissamente ao lobby verde catastrofista.

Mas, em verdade, eles sonham com introduzir um imposto sobre a emissão de dióxido de carbono. Esse imposto será uma fonte de renda com base num gás invisível, inodoro, insípido e muitas vezes impossível de mensurar. É uma fonte de ouro que vai ser sugada da inocência pública. Só uma forte revolta dos contribuintes deterá esse imposto na Austrália, sublinhou Carter.

A atual crise financeira deveria levar os políticos a não desperdiçar dinheiro em falsas soluções para problemas inexistentes. Porém para aumentar a receita tributária favorecem uma propaganda infantil apoiada em provas circunstanciais e em jogos de computador, concluiu o prof. Carter.

Desejaria receber atualizações do blog "Verde: a cor nova do comunismo" gratis no meu Email

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus necessariamente os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.