Para atualizações gratis via email: DIGITE SEU EMAIL:

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Socialismo francês agoniza e pensa em trocar de pele: aderirá à religião anticapitalista “verde”?


O Partido socialista francês vê tudo negro, escreveu o diário “Le Monde”, porta-voz oficioso dessa corrente político-ideológica.

“Da base até a cúpula todo mundo está abalado”, disse o dirigente Vincent Peillon. Para ele, “a árvore [o PS] está seca”.

Claude Bartolone, secretário para as relações internacionais, constata: “uma coisa é certa: os eleitores não nos acham nem úteis nem simpáticos”.

Para Manuel Valls, a líder do PS, Martine Aubry é comparável ao chefe da orquestra do Titanic. Zaki Laïdi, diretor de pesquisas na Faculdade de Ciências Políticas da Sorbonne, julga que “há décadas, os socialistas vinham compensando a perda de confiança ideológica pela confiança em si próprios. Hoje eles deixaram de acreditar em si mesmos”.

E Laurent Bouvet, professor da Universidade de Nice, completa : “O PS entrou em agonia”.

Também os "altermundialistas" agora dizem estar sem rumo e abandonam suas associações e se encaminham para o Partido Verde - PV, do líder anárquico Daniel Cohn-Bendit.

No Brasil, evolução análoga está se dando no PT. Mera coincidência?

As cobras trocam de pele. Não está ficando muito difícil adivinhar qual será a cor da nova pele do socialismo.

Parece que será verde como a da ambientalismo anticapitalista. É o que sugere a moda adotada pelo neo-marxismo, vinda de Paris!

Desejaria receber atualizações do blog "Verde: a cor nova do comunismo" gratis no meu Email

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus necessariamente os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.