Para atualizações gratis via email: DIGITE SEU EMAIL:

domingo, 24 de agosto de 2014

Ambientalismo radical: nova religião
com califas e Torquemadas, diz jornalista

Ian Plimer, professor de Geologia
na Universidade de Adelaide, Austrália
Para o geólogo Ian Plimer, o “aquecimento global” é mais uma nova religião nascida no Primeiro Mundo.

Assim escreveu o jornalista Jonathan Manthorpe, do jornal canadense “The Vancouver Sun”.

Ian Plimer ofendeu os califas do ambientalismo e os Torquemadas do aquecimento global, disse Manthorpe não sem ironia, e isso parece ter atraído a condenação  sobre ele.

Plimer é geólogo e professor de Geologia na Universidade de Adelaide, Austrália, onde é um dos acadêmicos mais conhecidos e respeitados.


Para os aiátolas verdes que atribuem as mudanças climáticas em parte decisiva aos humanos ‒ comenta Manthorpe ‒ a humanidade precisa ser purgada de seus pecados de degradação ambiental.

Esta é uma tarefa assumida pelos califas do ambientalismo que funcionam como um clero intolerante, especialmente ativos entre as elites urbanas do Primeiro Mundo, explica.

Plimer escreveu seis livros e 60 artigos acadêmicos sobre “aquecimento global”.

Seu ultimo livro “Heaven and Earth ‒ Global Warming: The Missing Science”, resume muito de seus trabalhos anteriores, inclusive a série “A Short History of Plant Earth”, transmitida pela rádio durante dez anos na Austrália.

O livro aponta a falta de fundamentação científica na teoria do "aquecimento global".

A publicação virou um best-seller (30.000 exemplares só na Austrália) e ganhou vários prêmios.

Porém, Plimer teve muita dificuldade para achar editor, por causa da pressão dos grupos ambientalistas interessados pela ciência!




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus necessariamente os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.