Para atualizações gratis via email: DIGITE SEU EMAIL:

domingo, 8 de novembro de 2009

Rascunho de Copenhague instala governo mundial, diz Lord Monckton


Os governos elaboram planos para combater a mudança climática acenando com despesas astronômicas. A mídia deblatera contra a agropecuária e a nossa civilização. Ativistas radicais apelam para a redução da população humana.

E todos concordam que esses problemas que interessam a fundo a humanidade vão ser decididos na iminente 15ª Conferência sobre Mudanças Climáticas em Copenhague.


Porém, quem sabe ao certo o que lá vai ser discutido?

A mídia positivamente não informa. Os governos ainda menos. Na internet com muito esforço pode se localizar o rascunho do que está sendo preparado.

Mas, o cidadão médio ainda que culto e informado na matéria diante desse rascunho fica como um europeu diante do Tratado de Lisboa, ou Constituição Européia. Porque o rascunho é um texto de tal maneira enroscado que se diria feito só para ser lido pelos iniciados.

Lord Christopher Monckton, ex-conselheiro de Margaret Thatcher, é sem dúvida um personagem controvertido. Mas entre seus méritos está ter tido a paciência de ler o famoso rascunho e de pô-lo em termos limpos e acessíveis para informar o comum dos mortais.


Isto que é o be-a-bá do debate democrático está totalmente ausente da informação oficial ou da grande mídia. Como se os interessados ‒ a totalidade dos homens ‒ estivessem sendo desde já tratados como uma massa de escravos que não é dona de seu futuro.

Esta omissão espantosa já foi apontada pelo influente “The Wall Street Journal”, porém os eco-alarmistas não parecem se incomodar com nada.

Lord Monckton fez uma longa conferência em Saint Paul, Minnesota, EUA, resumindo o que há no draft da próxima reunião de Copenhague.

O vídeo da conferência foi visualizado 2.063.315 vezes no YouTube até o momento em que escrevemos, sinal do interesse suscitado.

O site A nova ordem mundial, teve a oportuna iniciativa de difundir legendados em português os minutos finais do vídeo. Neles, o conferencista resume o conteúdo do rascunho de Copenhague.

Veja a seguir o resumo final da conferência que já foi visualizado por mais dois milhões de pessoas que não querem ser escravas de um regime neo-comunista mundial.



Desejaria receber atualizações do blog "Verde: a cor nova do comunismo" gratis no meu Email

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus necessariamente os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.