Para atualizações gratis via email: DIGITE SEU EMAIL:

domingo, 30 de agosto de 2020

ONGs e “famosos”
tentam frustrar o futuro da Amazônia

A alimentação da humanidade depende também do aumento das pastagens, mas isso faz chorar os ambientalistas
A alimentação da humanidade depende também do aumento das pastagens,
mas isso faz chorar os ambientalistas
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs










Mais do mesmo autor em: Alarmismo ambientalista ameaça sociedades e vidas humanas



Em posts anteriores nós comentamos a mudança psicológica e intelectual do ativista ‘verde’ Michael Shellenberger, que repudiou o alarmismo climático e dedicou um livro inteiro para reparar o mal que esse ambientalismo catastrofista faz a toda a humanidade.



Essa mudança não foi súbita. Como Michael explica, resultou de um demorado processo de remorso e de medo. Remorso pelo mal que ele via o alarmismo ecologista fazer aos homens, e medo das represálias de que seria objeto caso dissesse o que estava vendo e reflexionando.