Para atualizações gratis via email: DIGITE SEU EMAIL:

domingo, 27 de julho de 2014

Para salvar o planeta produza mais CO2, diz físico matemático

Frank J. Tipler, professor de Física Matemática na Universidade de Tulane:    sem CO2, os seres vivos desapareceriam.
Frank J. Tipler, professor de Física Matemática na Universidade de Tulane:
  sem CO2, os seres vivos desapareceriam.
Frank J. Tipler , professor de Física Matemática na Universidade de Tulane e co-autor de “The Anthropic Cosmological Principle” e outros livros, esclareceu um dado elementar: o CO2 é o primeiro e mais importante alimento das plantas. E estas são o elo primordial da cadeia da vida.

O CO2 é a fonte de carbono para a química orgânica. Sem ele, os seres vivos desapareceriam.

Quanto menos CO2 no ar, menos as plantas o sintetizam. Em consequência, menor será a massa vegetal e menos alimento haverá para os animais, e obviamente para os humanos.

Eliminado o CO2, morre toda a biosfera. Mas, a histeria ambientalista trata esse gás benéfico como um “tóxico” perigoso para a Terra.


As plantas eram muito mais produtivas quando, em época longínqua, o CO2 atingiu 0,1 % da atmosfera, escreveu Tipler. Depois, essa proporção caiu para 0,02% e hoje gira em volta 0,0379%.

O CO2 está na base da cadeia alimentar.
O CO2 está na base da cadeia alimentar. Plantação de girassol.
O ser humano, agricultor inteligente, percebeu há milênios a necessidade que tem os vegetais de CO2.

Por isso, começou a aplicá-lo nas plantações na forma de adubo orgânico, e, depois, químico.

O homem tira proveito também dos imensos depósitos de carbono existentes no subsolo em forma de carvão mineral, petróleo e gás.

E depois de trazê-lo à superfície o converte em CO2. Isso eleva a proporção do CO2 na atmosfera e favorece os desenvolvimento dos vegetais.

A tentativa de reduzir a proporção de CO2 na atmosfera não só não salva a Terra, mas é contraproducente para a biosfera. “É um ato profundamente mau”, escreveu Tipler.

Mas nem o bom senso nem as matemáticas fazem efeito nos fundamentalistas "verdes". O Prêmio Nobel de Economia Paul Krugman qualificou a oposição ao projeto de lei do presidente Obama que visa reduzir o CO2 de “traição contra o planeta”!

É um dos exemplos mais aberrantes de certo fanatismo ambientalista desligado da realidade, comentou Tipler.

Paul Krugman: quem se opõer aos planos anti-CO2 faz “traição contra o planeta” e "deve ser detido a todo custo!" Para Tipler, Krugman está desligado da realidade.
Paul Krugman: quem se opõe às leis anti-CO2 faz “traição contra o planeta”
e "deve ser detido a todo custo!" Para Tipler, Krugman está desligado da realidade.
Krugman ainda postulou que “aqueles que não querem reduzir o uso de combustíveis fósseis são inimigos mortais da biosfera. Devem ser detidos a todo custo!”

Tipler explicou que Krugman presume que as condições climáticas de há um século eram as “naturais” e não devem ser mudadas. Mas não faz idéia do que está falando.

Krugman usa um critério subjetivo para denunciar a humanidade e a civilização. Esse posicionamento arbitrário, anti-histórico e danoso é considerado “progressista” pela mídia que concede largos espaços para o excitado economista e abafa a voz dos cientistas prudentes.



2 comentários:

  1. Caro amigo vc estar correto,o que estar acontecendo hoje é simplemente o que aconteceu há milhões de anos atraz onde nos humanos faziamos fogueiras para aquecer nossos corpos.
    Haverá em breve uma inversão dos polos pq isto já aconteçeu antes e irá acontecer novamente.E teremoa uma nova forma ter uma vida muito diferente da de hoje

    ResponderExcluir

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus necessariamente os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.