Para atualizações gratis via email: DIGITE SEU EMAIL:

quarta-feira, 6 de agosto de 2008

Antártida já foi mais quente e albergou uma tundra, concluem cientistas ingleses e americanos

Antártica, Ostracoideos, Dry Valley, Proceedings of the Royal Society B, Verde, nova cor do comunismo
Pela presença de um fóssil de crustáceo na Antártida, cientistas britânicos deduziram que esse continente teve temperaturas mais elevadas que as atuais informou o diário portenho “La Nación”.

A descoberta é outro desmentido para cada vez mais inviável teoria do aquecimento terrestre por causa da ação humana.

Os crustáceos são do tipo ostracóideo, i. é, com aspecto de concha (foto).

Foram colhidos num lago da região dos Vales Secos no leste do continente antártico (foto embaixo), bem conservados até nas suas partes brandas.

Segundo o professor Mark Williams, geólogo da Universidade de Leicester os crustáceos provam que lá houve condições ótimas para a colonização animal.

Antártica, Dry Valley, ©National Geographic, Verde, nova cor do comunismoA região ‒ 77º latitude sul! ‒ pode ter albergado um ambiente como a tundra da Sibéria, há 14 milhões de anos.

A descoberta foi divulgada pela revista “Proceedings of the Royal Society B”.

Os científicos pertencem a o British Geological Survey e a várias universidades como a de Queen Mary de Londres e de Boston, EUA.

Mas, não tem perigo, a mídia sensacionalista continuará espalhando que é preciso parar com o progresso e com a civilização porque a Antártida não está fria como poucos anos atrás!!!


>

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus necessariamente os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.