Para atualizações gratis via email: DIGITE SEU EMAIL:

domingo, 18 de outubro de 2015

Aerogeradores e painéis solares matam pássaros sem cessar, mas mídia pró-verde silencia

Viés ideológico dramatiza parcos acidentes com pássaros  e silencia a morte de milhões de outros atingidos por 'energias renováveis'.
Viés ideológico dramatiza parcos acidentes com pássaros
e silencia a morte de milhões de outros atingidos por 'energias renováveis'.
Luis Dufaur





Os aerogeradores eólicos e as plantas de energia solar matam centenas de vezes mais animais do que os poços de petróleo em pane.

A notícia pode parecer surpreendente porque a mídia insiste obsessivamente em difundir fotografias de pássaros, sobretudo do mar, atingidos pelo petróleo derramado por poços ou petroleiros afundados.

Essas imagens são apresentadas pela propaganda verde de modo tendencioso.

Outro golpe clássico é a imagem do urso polar sobre um pedaço de gelo que estaria se derretendo e condenando o simpático ursinho à desaparição, quando ele o está usando de outeiro para avistar uma presa, dar-lhe morte e comê-la.

Porém, Kerry Jackson, que escreve no Investor’s Business Daily, forneceu dados esclarecedores mostrando, segundo informa o American Thinker, que os demagógicos ambientalistas têm as mãos encharcadas de sangue de pássaros.



Vivo e morto. A planta solar de Ivanpah Dry Lake, na Califórnia,  mata 30,000 pássaros por ano mas a mídia no fala  porque é 'ecologicamente correta'
Vivo e morto. A planta solar de Ivanpah Dry Lake, na Califórnia,
mata 30,000 pássaros por ano mas a mídia no fala
porque é 'ecologicamente correta'
Por exemplo, Jackson registra que no último vazamento de petróleo na costa da Califórnia morreram 161 pássaros, segundo o cômputo oficial.

Mas o órgão oficial National Research Council calcula que as turbinas eólicas matam cada ano cerca de 100.000, número que sobe para 300.000 nas contas da American Bird Conservancy.

A agência de notícias Bloomberg News vai mais longe e avançou a cifra de 573.000 pássaros mortos só em 2012. Poder-se-ia estimar cerca de mil pássaros despedaçados ou torrados diariamente cada ano.

A planta solar de Ivanpah, no deserto de Mojave, poderia entrar no Guiness com o recorde mortífero de 28.000 pássaros queimados por ano, ou um a cada dois minutos, segundo os dados do U.S. Fish and Wildlife Service. Veja mais: “Salve o planeta, matem os pássaros”?

Ivanpah aponta mais de 300.000 espelhos na direção de três torres de 140 metros (459 pés) de altura, gerando um calor superior a 800ºC. Isso é suficiente para “cozinhar” os pássaros que voam na área.

Em 2010, por ocasião do vazamento de óleo num poço da British Petroleum (BP) no Golfo de México, intensamente publicitado, o relatório oficial da U.S. Fish and Wildlife Service registrou que foram colhidos 2.303 pássaros mortos, “visivelmente atingidos pelo óleo” na área do incidente.

Mas o acidente da BP é um evento que não acontece todo ano. Em sentido contrário, as turbinas eólicas e as plantas solares não cessam de abater.

O Daily Caller calcula que desde o vazamento de 2010 da BP, cerca de 2,9 milhões de pássaros foram trucidados pelas aspas dos aerogeradores.

Veterinários tentam salvar ave atingida pela pá de um aerogerador. Dois pesos e duas medidas nos exageros ambientalistas
Veterinários tentam salvar ave atingida pela pá de um aerogerador.
Dois pesos e duas medidas nos exageros ambientalistas
Norman Rogers, consultor do Heartland Institute graduado em Física pelas Universidades de Califórnia-Berkeley e de Havaí, estudou e fotografou especialmente o repugnante caso dos pássaros queimados vivos enquanto voavam na área de Ivanpah.

Acresce que, além do imenso subsídio estatal, Ivanpah só produz 40% da energia que prometia gerar.

Porém, a propaganda verde veiculada por certa mídia esconde habitualmente esses dados essenciais, mantendo seus leitores na ignorância do que está acontecendo.

Qual é então o amor pela natureza de que se ufanam tantos ecologistas radicais que até se exibem de encíclica na mão mas levam a foice e o martelo no coração?


Ivanpah, a maior planta de energia solar do mundo queima os pássaros que passam por ela:





3 comentários:

  1. Não apenas os passaros mas tambem os morcegos são atingidos .
    Os morcegos insetivoros atuam no controle de insetos evitando grandes perdas na produção agricola, assim como
    os morcegos frugivoros desempenham um papel importante como reflorestadores, ajudando a recuperar areas desmatadas e degradadas.

    Um grande abraço.

    Fernando Ramos RS-BR

    ResponderExcluir
  2. Gostaria que Verde a cor nova do comunismo concentrasse sua atençao na reuniao em Paris patrocinada pela ONU sobre a farça do aquecimento global e o projeto da ONU sobre um acordo entre paises que, se aprovado, transfere nossa soberania e liberdade individual para burocratas internacionais.A reuniao ocorrera em breve (Janeiro 1916?),resta pouco tempo para exclarecer o publico so bre esse perigo. Seria bom se o projeto da ONU fosse divulgado e comentado.

    ResponderExcluir
  3. Gatos matam 1.4 a 3.7 bilhões e edifícios 980 milhões aves por ano... Mesmo assim isso é absolutamente negligavel comparando aos impactos ambientais de fontes fósseis. Mudanças climáticas eradicam espécies completos todos os anos.

    ResponderExcluir

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus necessariamente os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.